Casa dos Quadrinhos lança o desafio online Inktober e alerta para a extinção da fauna brasileira

A Casa dos Quadrinhos reuniu uma tradição do desenho artístico que ocorre mundialmente nas redes sociais há mais de dez anos – o Inktober – a uma causa global e urgente – a extinção de espécies de animais – e lançou o InCasa Tober. Ao longo deste mês de outubro, 31 artistas convidados pela escola desenham um animal ameaçado de desaparecer da nossa fauna brasileira. Como no Inktober (Ink, de nanquim/tinta e tober, de october em inglês), criado pelo quadrinista Jake Parker, o desenho pode ser feito a tinta, ou com outros materiais ou técnicas da pintura digital, e publicado online – no caso, nas redes sociais da Casa dos Quadrinhos.

“O Inktober é bastante difundido em nosso meio e estimula os artistas à prática regular do desenho, a fim de aperfeiçoarem seus traços, habilidades e técnicas. No caso do InCasa Tober, achamos pertinente aproveitar a visibilidade e o alcance desse desafio para alertar para a extinção dos animais, que está intimamente ligada às condições climáticas do planeta e aos incêndios florestais além, claro, das ações do ser humano”, frisa Cristiano Seixas, co-fundador da escola.

Até o momento, o público pode conferir nas redes sociais da Casa dos Quadrinhos as criações da Nami Vianna (Lobo-Guará), Cleber Santos (Besouro Coarazuphium), Régis Luiz (Gato-maracajá), Kyron Laube (Tamanduá Bandeira), Clara Pernambuco (Ararajubas), Salomão Hubner (Tatu-canastra), Evandro Soares (Cágado-de-hogei), Valdo Alves (Tuco-tuco), Huiolla  Ribeiro  (Galito) e Bruna Aquino Silva (Veado mateiro) e estão por vir de Pati Garcia, Mari Delamora, Sunça, Débora Aquino, João Pedro, Carol Cunha, Klefus Albuquerque e outros.

Ao final do desafio, as 31 artes vão virar postais, cujo valor arrecadado com as vendas será destinado à ONG dedicada ao resgate e tratamento de animais silvestres e domésticos, Asas e Amigos (www.asaseamigos.com.br).

Pesquisas deste ano alertam para situação dramática da biodiversidade e o impacto das condições climáticas

A iniciativa da Casa dos Quadrinhos acontece no momento em que estudos divulgados este ano evidenciam a gravidade do cenário global. Uma pesquisa publicada no periódico Trends In Ecology & Evolution apontou que algumas espécies estão mudando o formato do corpo para lidar com as condições climáticas. Estruturas que se projetam para fora do corpo, como os bicos, caudas e orelhas dos animais, estão aumentando de tamanho, como é o caso do bico da cacatua de gangue (Callocephalon fimbriatum) e do papagaio-cinzento (Psittacus erithacus). Segundo os pesquisadores, trata-se de uma estratégia evolutiva para resfriar o corpo e combater o calor.

De acordo com relatório da ONU, divulgado em agosto deste ano durante o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), o aquecimento global está acelerando mais rápido do que foi previsto pelos cientistas, e deve chegar a 1,5 grau nas próximas duas décadas. Embora o Brasil conte com uma rica variedade de flora e fauna, o parecer do IBGE, Contas de Ecossistemas: Espécies ameaçadas de extinção no Brasil 2014, divulgado em 2020, mostra que o país tinha 3.299 espécies de animais e plantas sob risco de desaparecimento até o ano em que o estudo foi realizado, o que representa 19,8% do total de 16.645 espécies analisadas.

Sobre a Casa dos Quadrinhos:

A Casa dos Quadrinhos – Escola Técnica de Artes Visuais e Digitais, sediada em Belo Horizonte/MG, foi fundada em dezembro de 1999 e faz parte do Circuito Cultural Praça da Liberdade. Sua abordagem didática tem como base uma bem estruturada e conceituada equipe de professores que utiliza avançada metodologia de ensino.

Oferece cursos de computação gráfica 3D, escultura digital com impressora 3D e ilustração digital, bem como os tradicionais cursos de desenho básico, pintura, ilustração publicitária e artística, técnicas de animação e histórias em quadrinhos. É a única Escola Técnica de Artes Visuais e Digitais em Minas Gerais com foco em artes aplicadas para entretenimento com diploma aprovado pela Secretaria Estadual de Educação. Este conjunto leva a Casa dos Quadrinhos a ser equiparada às melhores escolas do mundo no seu segmento.

Sobre Klaus Simões 177 artigos
Jornalista pela FIAM, Técnico em Comunicação Visual pela Etec de São Paulo, especialista em coberturas de eventos, esportivas e musicais, geek e alternativo. Responsável pelo NEXP Podcast.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*