Conheça o ‘Feitiço dos Espinhos’: O livro que você não sabia que precisava

 

O Feitiço dos Espinhos foi a primeira publicação da editora Literalize. No intuito de trazer novas histórias fantásticas, a editora trouxe o livro de Margaret Rogerson, conhecida por suas aventuras mais contidas, ela se apresenta como uma alternativa a um mercado lotado de sagas. 

O bom humor do livro torna toda a narrativa mais dinâmica, e a leitura se torna mais rápida e interessante. Certos trechos de um humor mais sarcástico conseguem fazer com que o leitor realmente ria. Ao menos para mim, senti coisas superiores a um sorriso de canto do rosto. 

A história acompanha Elisabeth, uma jovem aprendiz de bibliotecária de Austermeer, sua função é cuidar dos livros mágicos conhecidos como grimórios. Uma órfã que se encontrou em meio a um mundo fantástico acaba por ser suspeita de um crime grave. E agora ela deve partir rumo a capital para enfrentar a justiça, junto do feiticeiro Nathaniel e seu criado Silas. O problema é que ela foi criada com diversos mitos sobre feiticeiros e agora deve superá-los para então enfrentar uma conspiração maior do que ela esperava em sua vida na biblioteca, tentando conseguir justiça.  

Essa aventura é uma ótima pedida para quem procura uma história mais contida, contudo, isso não significa que o universo é raso ou mal explorado. Com muito cuidado, a autora coloca diversos elementos do universo e os desenvolve com muito esmero e de modo natural, o que permite uma imersão profunda e divertida. 

A história se completa em um volume único, e traz consigo personagens divertidos com diálogos interessantes e leves, mas também pesados e densos quando necessário. Elisabeth é uma personagem forte que consegue trazer profundidade sem se perder em estereótipos, e partir disso é possível criar um laço com o leitor e isso torna toda a aventura mais dinâmica. Mesmo sendo imatura de começo, nós a vemos amadurecer no decorrer da obra e torna a experiência ainda mais enriquecedora. 

Diversos personagens surgem no decorrer da jornada e cada uma consegue ter uma certa motivação particular que não soa apenas como alguém que leva a história para frente, mas sim alguém real dentro de um universo próprio e isso dá vida ao livro tornando a narrativa divertida e intrigante.

Vale mencionar o incrível trabalho gráfico da editora Literalize, que trouxe em capa dura, junto de uma ótima qualidade editorial. Mapas contidos no livro, além de diversos detalhes que mostram um cuidado realmente sincero da editora para com a obra. O preço é meio 

salgado, mas vale o investimento e o voto de fé na editora que tem prometido ótimas obras em seu catálogo no futuro.

Por fim, trata-se de um livro com vida que não fala. O feitiço dos espinhos é um bom livro para se divertir, e consegue cumprir sua missão. Em um mercado recheado por sagas, uma aventura mais contida é uma ótima pedida. Personagens interessantes, que conseguem ter características próprias e superar estereótipos da jornada do herói, além de um mundo que brinca com conceitos bem conhecidos por nós, mas não se deixa prender aos conceitos já conhecidos.

Sobre Victor Nerd 101 66 artigos
Nascido em São Paulo/SP, tem 20 anos e coleciona quadrinhos há quase 10 anos, possuindo uma coleção gigantesca, aficionado desde sempre pelo setor. Atualmente cursa a faculdade de direito e realiza pesquisa em filosofia do direito, além de ser colaborador no NEXP, participar de podcasts e apresentar o programa Angústia Nerd.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*