Campus Party 14: O evento certo para o público certo

A Campus Party teve sua 14º edição entre os dias 11 e 15 de novembro de 2022 no pavilhão do Anhembi em São Paulo. Após um hiato causado pela pandemia o evento retorna mais uma vez aos aficionados por tecnologia.

De início, mesmo sendo um evento com um nicho mais específico, ainda assim ele é muito heterogêneo. Tornando um verdadeiro desafio organizar o evento, mas que a organização enfrentou e foi bem-sucedida.

De começo, vale elogiar a segurança do evento, por ser um evento de tecnologia muitas pessoas trazem equipamentos caríssimos, e pensando nisso foi oferecido o registro dos itens na entrada. Além  disso, para adentrar cada área do evento era necessária a verificação da credencial e a revisão das bolsas. Isso tornou o espaço de camping especialmente mais seguro. Pois, para quem não sabe, o evento disponibiliza uma área para que os participantes durmam durante os dias de evento, então aquele espaço se torna basicamente uma moradia, e vários destes trouxeram equipamentos. Desse modo, as medidas adotados segurança tornou a experiência daqueles que desejavam apresentar seus equipamentos mais confortável.

Tratando do evento em si é possível distinguir em duas grandes áreas, uma voltada mais para entusiastas e outra mais técnica.

Na entrada do evento recepcionaram os interessados no empreendedorismo, com uma área própria do Sebrae com palestras específicas, e uma área para apresentação de Startups. Na mesma região, havia um espaço dedicado para as crianças, onde podem tanto ver novas tecnologias quando a forma de os fazer. Tendo até competições e diversas demonstrações do funcionamento e montagem de robôs com materiais em conta, no intuito de incentivar o interesse infantil na área.

Mais à frente da mesma área houve diversas opções para interessados em robótico, com demonstrações de robôs jogando futebol. Além, de uma área enorme dedicada apenas para a famosa batalha de robôs. Nesse campo havia um enorme espaço para as equipes se prepararem e dois domos para as disputas. Vale falar que essa parte em especial estava muito animada pelo público e sua torcida.

Por fim, nessa primeira área havia um espaço para exposição de impressões em 3d e teste de tecnologia VR (Realidade Virtual), além de exposições causas mais sociais como médicos sem fronteiras. Vale destacar o interesse dos participantes e dos organizadores nessa área, pois desse evento planta-se o interesse em uma futura geração inteira, então além de divertido para as crianças e jovens que participaram também foi aproveitada a oportunidade para apresentar projetos sociais importantes.

Além de que foi uma ótima experiência familiar, onde diversas famílias aproveitaram o fim de semana e acompanharam as crianças e jovens nas experiências e competições.

Na segunda área voltou-se atenção público mais técnico, desde estudantes até trabalhadores desse campo, sendo nessa área o famoso camping. Nessa parte do evento foi possível assistir palestras, fazer demonstrações de equipamentos, participar de ativações dos stands e participar de um networking memorável.

Nessa Campus Party houve o incentivo da participação de cosplayers, e mesmo que poucos viu-se a gênese de uma parte que poderá ganhar ênfase no futuro.

No centro dessa área foram dispostas diversas mesas onde os participes puderam expor seus equipamentos, produtos para venda, apostilas entre outras coisas. E, diversas empresas montaram stands com ativações, bem como palcos para as palestras sobre os mais variados temas que tratam de tecnologia além da computação, mas em toda a sua escala.

O espaço disponibilizado foi muito bem-disposto e permitiu que os mais variados públicos, desde entusiastas até especialistas, e de crianças a idosos. Então, o evento serviu muito bem para o público que se dispôs a servir, que por mais específico  que seja, não deixa de representar um quantidade considerável.

Sendo assim, o evento agradou ao seu público, mas não é qualquer pessoa que irá no evento se divertirá ou aproveitará o que ele oferece, porém, para o público certo, o evento é memorável em seus mais variados sentidos. E, fica-se no aguardo para a próxima edição.

 

Sobre Victor Nerd 101 70 artigos
Nascido em São Paulo/SP, tem 20 anos e coleciona quadrinhos há quase 10 anos, possuindo uma coleção gigantesca, aficionado desde sempre pelo setor. Atualmente cursa a faculdade de direito e realiza pesquisa em filosofia do direito, além de ser colaborador no NEXP, participar de podcasts e apresentar o programa Angústia Nerd.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*