Grand Theft Audio: Ouvimos o novo álbum de Tommy Vext no The Lone Wolf

Vext

Já ouvimos por diversas vezes que bandas são como casamentos e que términos dão trabalho e podem ser conturbados. E um relacionamento que ainda está esfriando é o de Tommy Vext e sua ex-banda, Bad Wolves, o vocalista lançou seu novo projeto e o nome tem muito a ver com a antiga banda, agora Vext é do The Lone Wolf e lança o primeiro álbum deste novo projeto, “Grand Theft Audio”.

Pelo selo da One A Records, The Lone Wolf tem seu álbum de estreia exposto ao mundo, “Grand Theft Audio”, que chega com 11 músicas, 38min e 22 segundos. Intenso, equilibrado e sem dever nada a ninguém, ficando colado com os melhores álbuns de 2022.

 

É um álbum nos mínimos detalhes, uma reflexão de momentos, uma transição de uma conturbada saída de uma banda e um novo começo, o álbum traz o potente poder vocal de Vext, seu melhor atributo, desde os agudos na hora certa, até conseguir segurar o tom mais calmo.

É difícil não relacionar as canções com o Bad Wolves, o estilo, os refrões imponentes, as sacadas de guitarra entre as músicas, as mudanças repentinas de riff, marcam como característica a voz e o estilo preferido de Tommy Vext. 

Grand Theft Audio

A música que leva o nome do álbum,Grand Theft Audio, é a primeira faixa, impactante é boa por não ter introdução e ser direta ao ponto, O disco segue uma boa dinâmica, dando qualidade e postergando qualquer vontade de mudar a canção. 

Em Grand Theft Audio, “Truth the Science” não é das músicas mais incríveis, possui a participação do rapper Topher, talvez ficaria em último na lista do disco, com “Strong For Someone Else” sendo meio de álbum. Runaway é um destaque, ao lado de Cancel the King, que foi um dos singles divulgados pré-lançamento.

E temos cover presente no álbum, Crawling do Linkin Park, foi invertida em uma música calma, com a voz baixinha e serena, uma interpretação quase acapella da canção de sucesso da banda sucesso nos anos 2000. “The War You Wanted” e “Hold the Line” são músicas parecidas de muita qualidade e que poderiam estar no início do álbum. As duas canções são boas e estruturam o álbum. 

Faith Over Fear é uma das músicas mais pesadas de todo álbum, conta com os berros e guturais de Rob Miley, músico especialista nos tradicionais berros, esta faixa antecipa a música mais tranquila que é a última música do disco, America Meant to Me. 

Outros lançamentos

Tommy Vext havia gravado uma série de covers para lançar solo, mas resolveu lançar com o nome de seu novo projeto.  As canções não fazem parte do álbum, mas ajudam a angariar um público e tornar o projeto conhecido, somado a fama de Tommy. 

Os covers são: Civil War – Guns n Roses, que tem Angel Vivaldi como feat. Take Me To Church – Hozier, Heart-Shaped-Box – Nirvana, The Hills – The Weekend, Hollywood’s Bleeding – Post Malone e covers ousados de músicas como “Cry Me a River” de Justin Timberlake,  “Vídeo Games” de Lana Del Rey e “Wrecking Ball” de Miley Cyrus.

Todos os covers possuem uma qualidade excepcional e uma barreira do rock quebrada com covers de personalidades pop’s, músicas indies e toques especiais em cada rock. 

Tommy Vext e Bad Wolves

Vext era o vocalista da banda norte-americana de rock, Bad Wolves, juntos lançaram dois álbuns de estúdio e conseguiram alavancar a banda em pouco tempo. O grupo contou com a ajuda do Five Finger Death Punch em mídia e promoção, abrindo shows por todos os Estados Unidos, logo a banda teve alcance nacional e mundial e graças ao maravilhoso som e dois álbuns incríveis, foi sucesso. 

Durante as eleições presidenciais americanas, Vext declarou apoio ao então presidente e candidato à reeleição, Donald Trump, e após os resultados, defendeu a invasão ao capitólio, logo o clima entre Vext e os outros integrantes ficou instável e em uma live, o ex-vocalista sinalizou que sua saída da banda estava próxima e que “havia esquema entre os integrantes da banda com a gravadora Better Noise Music contra suas políticas conservadoras”.

Leia também: Análise completa do novo álbum do Bad Wolves – “Dear Monsters”

Vext lançou o nome de seu novo projeto como “The Lone Wolf” (O Lobo Solitário) em alusão ao nome do antigo grupo “Bad Wolves” (Lobos Maus).

Tommy saiu da banda e seguiu de forma solo até idealizar o The Lone Wolf e o Bad Wolves apresentou seu novo vocalista e lançou um álbum novo, algumas músicas já tinham sido gravadas por Vext mas nunca divulgadas, foram re-gravadas e lançadas posteriormente, ambos nunca mais tiveram contato e agora seguem separados.

Tommy Vext | Tommy, Hazel eyes, Sexy men

Sobre Klaus Simões 351 artigos
Jornalista pela FIAM, Técnico em Comunicação Visual pela Etec de São Paulo, especialista em coberturas de eventos, esportivas e musicais, geek e alternativo. Responsável pelo NEXP Podcast.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*