Rebeca fala sobre ‘Espiral’ e carreira em entrevista ao NEXP Podcast

Rebeca espiral

É com grande entusiasmo que anunciamos o lançamento oficial do mais recente episódio do Sinfonexp, o programa musical do NEXP Podcast! Neste episódio emocionante, tivemos a honra de receber a talentosa cantora Rebeca para uma entrevista exclusiva.

Durante o episódio, Rebeca compartilhou detalhes íntimos de sua jornada musical, desde os primeiros passos na carreira até os momentos mais marcantes de sua trajetória. Os ouvintes tiveram a oportunidade única de conhecer os bastidores de sua vida artística e as inspirações por trás de sua música envolvente.

Para escutar todos os nossos episódios, escolha seu agregador favorito de podcast e acompanhe com exclusividade. iTunes/Apple | Amazon Music | Google Podcasts | Deezer |  Amazon Music e Breaker, Castbox, Pocket Casts, RadioPublic e no Spotify. Confira mais episódios em nossa página sobre o Podcast.

 

“Como artista, tenho experiências que eu guardo no meu coração. É muito bom ter uma banda, fazer turnê, mas ao mesmo tempo tem as coisas boas de ter uma carreira solo. Eu amadureci, tanto artisticamente, quanto como pessoa. Eu acho que a música sempre vai ser importante, é uma maneira muito importante de você mostrar a arte, não categorizar apenas em um formato extremamente comercial. É muito bom que as pessoas consigam jogar pro mundo que elas sentem, mas ao mesmo tempo a vida dos artistas independentes é muito difícil.” Rebeca, durante o NEXP Podcast

Um dos pontos altos da entrevista foi a revelação de informações sobre seu novo trabalho, o aguardado segundo disco de sua carreira, intitulado “Espiral”. Rebeca nos levou a uma viagem emocionante através das histórias e significados por trás das faixas do álbum, compartilhando insights sobre o processo criativo e as experiências que influenciaram sua composição.

Espiral, Rebeca

Por meio de um mergulho criativo de escrita diária, a niteroiense Rebeca começou a escrever, ainda na pandemia, as canções que integram agora Espiral, o seu segundo álbum solo, lançado hoje (05) pela Deck. “Antes eu tinha uma abordagem mais tímida, criava com base nas letras de outros compositores. Decidi então descobrir a minha identidade musical, sem me ‘esconder’ atrás de outras composições”, divide a cantora, que contou com a parceria da artista Manny Moura durante essa escrita. Gravado entre 2020 e 2024 em Niterói, Rio de Janeiro, São Paulo, Boston e Los Angeles, o disco tem produção musical assinada por Rebeca e Rodrigo Martins, indicado ao Grammy Latino por seu trabalho com o cantor Rubel.

Espiral 

Selo: Deck Disc

10 faixas

31 min e 4 segundos

A sonoridade das faixas traz influências de artistas ouvidas por Rebeca durante a construção do trabalho, como Joni Mitchell, Phoebe Bridgers, Lana Del Rey, Bjork, Clairo, Adrianne Lenker (Big Thief) e Adriana Calcanhoto. De caráter confessional, as músicas trazem a voz como ponto central para expressar os sentimentos retratados nas composições. “Meus arranjos vocais são elementos fundamentais na identidade das minhas músicas. A voz, para mim, é mais do que a melodia principal, é meu instrumento principal de expressão por meio do qual exploro noções rítmicas e harmônicas”, conta Rebeca.

Participações em Espiral, novo disco de Rebeca

O álbum conta com participações das cantoras Lio (Tuyo) – na faixa inédita Concha e Nina Fernandes, em Flecha, canção já lançada como single. Conhecida por sua passagem pelo The Voice em 2015, por parcerias com Julio Secchin e Rubel, e também por ter sido a voz da banda Gragoatá.

 Lio, cantora e compositora do trio Tuyo comenta:

  •  “Concha é do tipo de canção pra arrebatar, ela não esconde esse aspecto do ouvinte. Quando ainda na primeira versão que recebi, ainda sem todos os arranjos, sem tudo que já estava desenhado na cabeça da Rebeca, dava pra entender que nós tínhamos juntas a tarefa de fortalecer esse lugar já estabelecido. A lírica que propõe essa suspensão da dúvida, da possibilidade, como a resposta para perguntas difíceis, do tipo “mas o que vai acontecer agora que acabou?”, ou “que tipo de criatura eu sou fora dessa configuração com a qual eu já tinha de alguma maneira me acostumado?”, são perguntas que eu gosto de me fazer, de tentar responder, o tipo de obra investigativa que já tá no meu olhar. Aí ficou meio óbvia a resposta pro convite de dividir o palanque desse pleito. É certamente uma das canções mais bonitas que já me deram a oportunidade de fazer parte e eu nunca vou dar conta de agradecer o suficiente por ter sido considerada para esse tipo de tarefa. Fez também nascer entre nós um caminho interessante para uma amizade pendente. No mundinho da música essas amizades que começam nesse tipo de pergunta costumam ser duradouras, acho que porque as conversas são longas e não dá pra falar esse tipo de assunto sem se expor, sem se colocar na vulnerável na frente da outra. Que sorte a nossa”

Sobre Rebeca Sauwen

Cantora, compositora e produtora musical niteroiense, Rebeca iniciou sua trajetória na música em 2014 participando do DVD Acústico do grupo de rap Oriente. Uma das faixas em que canta, “Linda Louca e Mimada”, atingiu mais de 155 milhões de streams no Youtube, alcançando sucesso nacional. A partir disso, ela integrou turnês do grupo, apresentando-se em palcos renomados ao redor do Brasil. No mesmo ano, começou a lançar canções – e mais tarde um álbum – com sua banda de MPB, Gragoatá. Em 2015, chegou às oitavas de final do programa The Voice Brasil como parte do time de Lulu Santos e Carlinhos Brown.  

Sua carreira solo teve início com o disco “Corar” (Mangolab), de 2019, com produção sua e do indicado ao Grammy Latino, Rodrigo Martins. Em seguida, foi selecionada pelo programa do Spotify Escuta As Minas, e gravou a canção autoral “Só Sei Pensar Em Você”, além de ter lançado versões acústicas de faixas do álbum, rendendo uma participação do cantor e compositor Rubel, e a inserção da canção “Fantasia” na trilha sonora do filme da Netflix “Diários de Intercâmbio”. Rebeca também é conhecida pelas faixas “Quero ir para Bahia com você” e “Jovem” (acústico), que são parcerias com Julio Secchin.

Em 2023, tornou-se artista da gravadora Deck e lançou os singles que antecederam o lançamento do seu segundo disco solo: “Foge de Casa”, “Cada Amor”, “Cofre”, “Flecha” (feat. Nina Fernandes) e “Caixas”. 

NEXP

O NEXP é um site de Cultura Pop e Geek, focado no entretenimento com foco também em música, literatura e nas áreas independentes do jornalismo. Conta com um podcast com os mais variados convidados, 3 milhões de plays e episódios exclusivos. Para escutar nossos episódios, escolha seu agregador favorito de podcast e acompanhe com exclusividade. iTunes/Apple | Amazon Music | Google Podcasts | Deezer |  Amazon Music e Breaker, Castbox, Pocket Casts, RadioPublic e no Spotify. Confira mais episódios em nossa página sobre o Podcast.

Siga o NEXP nas redes sociais 

@nexpbr no instagram e linkedin: clique aqui

Sobre Klaus Simões 446 artigos
Jornalista pela FIAM, Técnico em Comunicação Visual pela Etec de São Paulo, especialista em coberturas de eventos, esportivas e musicais, geek e alternativo. Responsável pelo NEXP Podcast.