“O Cão que Guarda as Estrelas” – Resenha do Mangá

Prepare seu lencinho, pois essa história sobre “O Cão que Guarda as Estrelas” vai te deixar com lágrimas nos olhos. Quando Takashi Murakami idealizou essa obra, uma das coisas que ele tinha em seu coração – e você pode confirmar isso no posfácio do mangá – é quantas vezes ele foi salvo pelo seu cão. Isso foi muito bem traduzido em sua obra. O cão, que nas palavras do próprio autor é a encarnação a sinceridade, se tornou um inseparável e amoroso companheiro de viagem, através do qual a história é contada.

Essa aventura é vivida por dois companheiros, um senhor de meia idade para idoso, que após o divórcio se vê sem dinheiro, emprego, ou família, e seu cachorro Happy, encontrado quando era bebê em uma caixinha de papelão e trazido para casa pela filha do casal. O cãozinho e seu dono tentam se divertir e sobreviver enquanto percorrem sua viagem pelo litoral, rumo ao sul do Japão. E como os acontecimentos são narrados pelo ponto de vista do cachorro Happy, a história, apesar de melancólica, perde muito da real gravidade da situação, visto que o cão não compreende a situação como um humano.

A perspectiva do cãozinho sobre os fatos, assim como seus sentimentos expressos ao longo da história, são o que dão a leveza e a delicadeza dessa obra, cativando o leitor a cada página. Confesso que algumas vezes eu mesmo parei de ler para ir abraçar meu próprio cãozinho, me perguntado qual seria a perspectiva dele sobre nossas vidas.

E para resumir bem minha experiência lendo “O Cão que Guarda as Estrelas”, nada descreve melhor do que os versos de uma famosa música brasileira: “Se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi”…

O mangá foi lançando originalmente em 2008, rendendo ao autor alguns prêmios e em 2011 foi adaptado para o cinema, com um filme homônimo. Em 2011 também foi lançando “O Outro Cão que Guarda as Estrelas” sobre outro cãozinho, irmão de Happy. Alguns acontecimentos do primeiro mangá se entrelaçam com o segundo, por isso a experiência completa da leitura dessa obra só se dá quando também lemos o segundo mangá. Mas sem spoilers por aqui: a resenha de “O Outro Cão que Guarda as Estrelas” estará disponível no NEXP em breve.

Ficou curioso para conhecer a jornada do cãozinho Happy e seu dono? Então confira “O Cão que Guarda as Estrelas” e me conta aqui nos comentários o que você achou da obra! Boa leitura!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*